O sling e a Dança Materna

02/05/2019

 

A origem dos slings vem de diferentes culturas, como a africana, a indígena, a oriental e a andina, sendo usado como uma forma de manter as atividades sociais sem deixar o bebê de lado. Hoje, é uma opção pela praticidade de carregar o bebê e deixar os braços livres, mas também por oferecer proximidade, aliviar as cólicas intestinais dos recém-nascidos.

A Dança Materna para Mães e Bebês, mais do que propor que se coloque um bebê no sling e saia dançando, propicia a vivência especial de dançar em dupla (ou em trio, já que o pai é sempre bem vindo), possibilita à mulher o retorno à vida social depois do parto, a otimização da redução de peso, reeducação corporal (que refletirá positivamente no modo de carregar e amamentar o bebê) e incentiva o mútuo-conhecimento entre mãe e filho. ❤️
 

Fotografia de Guga Ferri

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

CATEGORIAS

Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey YouTube Icon

Dança Materna 2017.